domingo, 14 agosto, 2022
Início Notícias Saúde Estado suspende aulas até 5 de abril, mas mantém expediente em órgãos...

Estado suspende aulas até 5 de abril, mas mantém expediente em órgãos públicos

CUIABÁ – O governador Mauro Mendes (DEM) reuniu a equipe de governo na manhã de segunda-feira (16), para discutir estratégias a serem adotadas no estado para evitar a propagação do coronovírus. Na tarde, ele anunciou algumas medidas que estão sendo tomadas para evitar a proliferação da doença.

Uma das principais medidas é que as aulas nas escolas estaduais, que seriam iniciadas no próximo dia 23 de março, só serão retomadas no próximo dia 5 de abril. Oficialmente, o ano letivo na maioria das escolas ainda não se iniciou, uma vez que o calendário está atrasado por conta da greve dos professores realizada no ano passado. “Estamos fazendo uma antecipação das férias escolares”, explicou.

Outras medidas são a suspensão de eventos realizados com mais de 200 pessoas em ambientes fechados e atividades de capacitação dos servidores, tanto no Estado, quanto fora.

As mudanças foram implementadas por meio de um decreto. Além das medidas já citadas, o documento do Governo do Estado também suspendeu os afastamentos dos profissionais vinculados às Secretarias de Saúde e de Segurança Pública, incluindo os já deferidos – a não ser que a fruição já tenha iniciado.

Atividades de capacitação, treinamento, e eventos coletivos, realizados pelo Poder Executivo, também estão suspensas. Servidores públicos também só irão participar de eventos internacionais, ou mesmo interestaduais, com a autorização do “Gabinete de Situação”. O grupo também foi criado por meio do decreto, e é formado pelos secretários da Casa Civil, Saúde, Procuradoria-Geral do Estado, Fazenda, Segurança Pública e Educação.

Unidades Prisionais

O decreto assinado pelo governador Mauro Mendes (nº 407/2020) também sugere mudanças nas visitações dos presos nas unidades de detenção em Mato Grosso. O novo protocolo deverá ser estabelecido pela Secretaria de Segurança Pública.

“Visitas às unidades penais e socioeducativas sofrerão restrições mediante atos normativos expedidos pela secretaria de estado de Segurança Pública”, diz trecho do documento.

O Governo do Estado também adiantou que “poderá” instituir o sistema de teletrabalho (ou o trabalho remoto, não presencial), utilizando o revezamento, nas unidades do Poder Executivo.

Servidores que chegaram de viagem, e que se encontravam em regiões atingidas pelo Covid-19, ou que mantiveram contato com pessoas infectadas pela doença, desempenharão suas atividades por meio de “teletrabalho” durante 14 dias – mesmo que não estejam apresentando sintomas.

Ainda não foi determinada a suspensão do expediente nos órgãos públicos.

Coronavírus

Mato Grosso teve na segunda-feira seu primeiro caso de coronavírus confirmado. Trata-se de um paciente de 48 anos que esteve na Itália recentemente. Ele está internado no Hospital Santa Rosa e seu estado de saúde é considerado “estável”.

Além do caso confirmado, outros nove ainda estão sendo investigados. No país, já são mais de 200 casos suspeitos.

Vários eventos já foram adiados no estado em razão do coronavírus. Entre eles, a 65ª edição do concurso Miss Mato Grosso.

Allan Mesquita e Lidiane Moraes – Folha Max.