segunda-feira, 16 maio, 2022
Início Notícias Destaques Matriarca da família Grubert parte para a eternidade deixando grande legado em...

Matriarca da família Grubert parte para a eternidade deixando grande legado em Canarana

CANARANA – Partiu para a eternidade no último sábado (15), a matriarca de uma das famílias com uma das histórias mais lindas de Canarana. Dona Irene Grubert, faleceu aos 95 anos, com quase metade de sua vida passados no cerrado mato-grossense.

Dona Irene Grubert; Imagem – divulgação.

Natural de Ajuricaba-RS, nascida com o sobrenome Wengrat, casou-se com Bertholdo Grubert. Tiveram nove filhos, 22 netos e 21 bisnetos. Em 1975 se mudaram para Canarana, onde trabalharam com agricultura e tiveram importante envolvimento no meio espiritual e político da cidade.

Bertholdo foi o primeiro pastor da Assembleia de Deus Madureira e comandou o primeiro culto em Canarana. A igreja acolheu milhares de pessoas nesses quase 50 anos e hoje é considerada uma das maiores congregações cristãs do município. Os filhos do casal também seguiram os passos espirituais dos pais. Hoje, quatro deles exercem o ministério pastoral.

LEIA MAIS – OPioneiro entrevistou comandante que pilotou avião da Praça de Canarana

Bertholdo foi vereador na primeira legislatura do recém criado município e eleito como primeiro presidente da Câmara Municipal. Falecido em 2003, Bertholdo Grubert dá o nome ao plenário do Poder Legislativo de Canarana. O filho deles, Ismar Grubert (in memoriam), também foi vereador e presidente da Câmara, além de secretário municipal.

Para o genro de dona Irene, Daniel Gonzaga, que também foi vereador e está sempre envolvido na igreja, ela era uma pessoa com um grande coração, o esteio da família, aquela que atuava no bastidores. “Foi missionária na igreja, acompanhava o Bertholdo na política, cuidava da família. Para mim era mais que sogra, uma mãe, amiga, companheira. Para os outros, era aquela que ajudava todo mundo que precisava”, conta Daniel.

Bertholdo e Irene no casamento de 50 anos deles; Imagem – divulgação.

Assim como Norberto Schwantes, que foi pastor e político, a família de dona Irene teve a missão de levar salvação e consolo para as almas, além de ajudar a construir uma cidade que hoje é morada de milhares de famílias que escolheram Canarana para viver e sonhar.

Por Rafael Govari para OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.