terça-feira, 13 abril, 2021
Início Notícias Destaques Canarana comemora 40 anos com ações do governo estadual

Canarana comemora 40 anos com ações do governo estadual

CANARANA- Canarana, cidade com 21.842 habitantes a 650 quilômetros de Cuiabá, comemora 40 anos nesta segunda-feira (15), com ações do Governo do Estado em infraestrutura, educação e agricultura familiar.

Centro de Canarana; Foto – RF Imagens.

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) emitiu ordem de serviço para a pavimentação de 66,4 quilômetros da MT-020, interligando definitivamente Canarana a Paranatinga por asfalto. Com investimentos de R$ 27 milhões, as obras serão executadas em três trechos, dos quais dois foram iniciados em 2009 e 2014, mas não concluídos.

LEIA MAIS – Governo discute fortalecimento de consórcios na região do Araguaia

Também na MT-020, entre Canarana e Paranatinga, estão em construção duas pontes de concreto, sobre os córregos Canastra I e II, ambas com 31 metros extensão. Os investimentos são de R$ 3,5 milhões. Já na MT-109, entre Canarana e Querência, está em construção a ponte sobre rio Tanguro, também com 31 metros, com investimentos de R$ 1,8 milhão.

O programa Mais MT prevê ainda a pavimentação do aeródromo e a construção de outras quatro pontes – sobre o rios 7 de Setembro I, Coronel Valnick, Couto Magalhães e sobre o córrego Brejão.

Três novas pontes, sendo duas de concreto e outra de madeira, devem ser liberadas para o tráfego neste mês de dezembro em Canarana.
Ponte sobre o córrego Canastra em obras; Foto – OP.

Educação

Convênio assinado, por meio da Secretaria de Estado de Educação, com a prefeitura canaranense, está permitindo a construção do novo prédio escolar da Escola Estadual 31 de Março. Com mais de 500 alunos, a nova sede terá 16 salas de aula, refeitório, cozinha, laboratórios, biblioteca, banheiros adaptados para pessoa com deficiência e administração, além da reforma da quadra poliesportiva.

Os investimentos são R$ 3,072 milhões, dos quais R$ 2,5 milhões de recursos estaduais. O antigo prédio, onde a escola funcionou desde 1976, foi demolido em 2016 e os alunos transferidos para um prédio alugado, aguardando, desde então, pelo cumprimento da promessa de reconstrução.

O Governo de Mato Grosso gerou um total de 791 empregos nas centenas de obras em escolas que estão sendo tocadas pela Seduc.
EE 31 de Março; Foto – RF Imagens.

EconomiaOs setores de serviço, com R$ 542,1 milhões, e agropecuária, R$ 408,6 milhões respondem 74,7% do PIB (Produto Interno Bruto) municipal de R$ 1,272 bilhão. O PIB per capita é de R$ 59.701,35.

Bem posicionado entre os municípios com maior valor de produção agrícola – é 27º do ranking nacional, com 357,9 mil hectares plantados e uma renda de R$ 1,188 bilhão em 2020, Canarana produz não apenas algodão, milho e soja, cuja safra, em 2019, foi a oitava maior de Mato Grosso e a 13ª do país.

É o segundo maior produtor estadual de melancia, com 5 mil toneladas, e de melão, com 400 toneladas; e quarto maior produtor de mamão (360). Produz ainda banana, borracha, coco da baía, limão, maracujá, uva, arroz, cana de açúcar, mandioca e tomate.

A pecuária municipal é composta por um rebanho bovino com 290,8 mil cabeças, das quais 2,926 vacas ordenhadas com produção de 3,67 milhões de litros de leite; rebanho galináceo com 223,5 mil cabeças, das quais 121 mil galinhas 2,4 milhões de dúzias de ovos. Possui rebanhos equino (3,9 mil cabeças), ovinos (5,1 mil cabeças) e suínos (7,98 mil cabeças).

O município desenvolve ainda a apicultura, com quatro toneladas de mel, e piscicultura, com 1,1 toneladas de peixe, além de extração vegetal (10,1 mil metros cúbicos de lenha e 3 mil de madeira em tora) e silvicultura, com 1.415 hectares plantados, dos quais 370 de eucalipto.

Conta ainda com uma agroindústria de calcário, uma indústria de fertilizantes e duas distribuidoras de insumo.

História

O nome Canarana, escolhido pelo colonizador Norberto Schwantes durante a elaboração do anteprojeto que criaria o núcleo onde atualmente está localizado o município, em 1972, tem origem no capim-canarana – nativo da África Tropical e bem adaptado no bioma amazônico.

O distrito foi criado, como Canarana em 1978, pertencente a Barra do Garças, de onde está distante mais de 300 quilômetros. Elevado a município pela lei estadual 4165, de 1979, foi instalado em 1981.

Por Jairo Sant’Ana | Secom – MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.