segunda-feira, 22 julho, 2024
17.2 C
Canarana
Início Notícias Destaques Corpo de Bombeiros deflagra operação para combater o desmatamento ilegal em seis...

Corpo de Bombeiros deflagra operação para combater o desmatamento ilegal em seis municípios de MT

QUERÊNCIA – A operação Abafa Araguaia 2021 foi deflagrada, na quarta-feira (27.10), para fiscalização das áreas de vegetação dentro bioma Amazônia e Cerrado que foram desmatadas com uso irregular do fogo. A ação é coordenada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), em parceria com as demais forças de segurança.

Militares estão realizando os ciclos de fiscalização para identificar os pontos que foram destruídos; Foto – Mayke Toscano/Secom-MT.

Ao todo, 11 propriedades, nos municípios de Araguaiana, Bom Jesus do Araguaia, Cocalinho, Querência, Ribeirão Cascalheira e Porto Alegre do Norte são alvos dos agentes que estão realizando os ciclos de fiscalização para identificar os pontos que foram destruídos com as queimadas irregulares.

LEIA MAIS – Bombeiros aplica multa milionária por desmatamento e fogo em Mato Grosso

LEIA MAIS – “Estudo da UFMG mostra que todos os casos de desmatamento ilegal em MT foram autuados”, afirma governador

A devastação foi detectada através do monitoramento da sala de situação do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) que mostrou diversos focos de calor e o desaparecimento de parte da vegetação. Em Mato Grosso, o período proibitivo de queimadas 2021 continua vigente até o dia 30 de outubro. Conforme decreto estadual fica proibido o uso do fogo para limpeza e manejo das áreas. A realização deste trabalho é resultado do investimento de R$ 73 milhões realizado pelo Governo de Mato Grosso para as diversas ações de combate a temporada de incêndios florestais 2021.

Além do CBMMT, integram a operação os agentes de fiscalização da a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Defesa Civil, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e Perícia Oficial de Identificação (Politec).

Por Carlos Celestino/www.mt.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.