sexta-feira, 24 maio, 2024
Início Notícias Destaques “Consegui ir onde nenhuma outra primeira-dama do Estado esteve”, diz Virginia Mendes...

“Consegui ir onde nenhuma outra primeira-dama do Estado esteve”, diz Virginia Mendes em entrevista exclusiva ao OPioneiro

CUIABÁ – Ela não é secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso, mas tem atuado fortemente em várias causas sociais, de forma voluntária, com seu trabalho, inclusive, sendo elogiado pela primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro.

Governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes; Imagem – Divulgação.

Mãe, esposa, economista e primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes concedeu nessa semana, uma entrevista exclusiva para OPioneiro, antes de embarcar a Escócia, onde acompanhou o governador Mauro Mendes na Cop 26, que discute as mudanças climáticas.

LEIA MAIS – Ações da primeira-dama Virginia Mendes são destacadas por Michelle Bolsonaro

LEIA MAIS – Governador e primeira-dama destinam 1500 cestas básicas e fecham parceria para melhorar estradas no Alto Xingu

Virginia falou sobre as ações que o Governo de Mato Grosso tem feito na área social, como a Campanha Outubro Rosa 2021 e os Programas do SER Família. Também relata os investimentos no Vale do Araguaia e em Canarana e ainda fala qual é o seu sonho como primeira-dama de Mato Grosso.

OP – Mato Grosso está se transformando num dos estados mais prósperos do Brasil, com melhorias na logística e diversas áreas, notícias que estampam os espaços nobres dos noticiários. Seu trabalho em prol dos que mais precisam tem sido muito elogiado. O que a senhora destaca entre essas ações?

VIRGINIA – Primeiramente, fico muito feliz que conseguimos mudar a imagem do nosso Estado e que todos conseguem ver essa melhoria. O meu objetivo desde o início da gestão sempre foi estar próxima dos mais vulneráveis, como eu já havia feito na gestão municipal. Mas eu sabia que o desafio seria muito maior, pois queria alcançar os 141 municípios. Por isso criamos programas específicos para atender os diversos públicos que precisam do nosso trabalho. Destaco o SER Família Solidário que consegue abranger um público maior de pessoas. Somente neste ano de 2021 já conseguimos entregar cerca de 400 mil cestas básicas e no ano de 2020 foram 330 mil. São alimentos que fazem toda diferença na casa dessas famílias que receberam essa contribuição.

Primeira-dama de MT, Virginia Mendes; Imagem – divulgação.

OP – O Governo do Estado, durante a pandemia, se atentou em proporcionar aos mato-grossenses na faixa de renda mais baixa, uma ajuda além daquela prestada pelo Governo Federal. Hoje, quando a senhora olha para as famílias que são atendidas pelo Programa Ser Família Emergencial, considera que foi um sucesso?

VIRGINIA – Com certeza! Fico feliz que conseguimos ajudar milhares de mato-grossenses através do Programa SER Família Emergencial. No primeiro momento a ideia era disponibilizar esse auxílio por cinco meses. Mas a boa notícia é que iremos prolongar até dezembro de 2022. Com isso, foi preciso fazer uma nova licitação em busca de uma nova empresa para abastecer os cartões. Muitas dúvidas surgiram quanto a isso, então a notícia é que não será cancelado. Infelizmente sabemos que o processo burocrático da licitação não se resolve do dia para a noite. Mas assim que for normalizado, as famílias receberão bimestralmente o valor de R$ 200,00. O benefício continuará sendo destinado exclusivamente para compra de alimentos, sendo proibida a aquisição de bebidas alcoólicas, produtos à base de tabaco, cosméticos e combustíveis. A medida atinge pessoas com renda mensal per capita de até R$ 89, inscritas no Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico).

OP – A senhora é madrinha da Campanha Outubro Rosa 2021. Durante a pandemia, devido a vários motivos, muitas mulheres deixaram de fazer o exame periódico, o que reforça a necessidade de uma forte campanha de conscientização agora. Qual a sua mensagem para as mato-grossenses no cuidado para prevenção do câncer de mama?

VIRGINIA – O Outubro Rosa é uma das campanhas mais significativas para a saúde da mulher e precisamos sempre ressaltar a importância do combate aos cânceres de mama e do colo do útero. É importante que, para um diagnóstico precoce, toda mulher realize os exames ao menos 1 vez ao ano. É uma causa que abraço com muito carinho e fiquei imensamente agradecida pelo convite para ser madrinha dessa ação da Secretaria de Estado de Saúde. Aproveito para lembrar que a SES-MT lançou a Carreta Rosa que é uma unidade móvel de Saúde da Mulher que ficou estacionada no Hospital Estadual Santa Casa durante todo esse mês de outubro, auxiliando na realização de exames preventivos para o público feminino que estava na fila do Sistema de Regulação. Quero parabenizar todo trabalho que vem sendo feito pela equipe da SES-MT, em nome do nosso secretário Gilberto Figueiredo.

OP – O Governo do Estado tem dado atenção especial para as comunidades indígenas, muitas vivendo em situações de miséria, com ações que vão desde entrega de cestas básicas a cobertores. Quais são as ações que o Estado pretende continuar fazendo para atender as necessidades das comunidades indígenas de Mato Grosso?

VIRGINIA – Sou apaixonada pelos nossos irmãos indígenas e admiro a força que esse povo tem. Amo suas artes, cultura e fico encantada toda vez que conheço uma nova etnia. Temos o Programa SER Família Indígena que levamos às aldeias juntamente com os Programa SER Família Solidário e Aconchego, que são as cestas básicas, kits de higiene e limpeza e os cobertores. Além disso sempre levamos também as camisetas do nosso programa, levamos bolas, materiais de confecção para as mulheres produzirem seus artesanatos e doces para as crianças. Além disso, temos uma importante parceria com a Metamat para perfuração de poços artesianos em aldeias, e que assim eles possam ter água de qualidade. Foi um pedido meu atendido pelo presidente da Metamat, Juliano Boraczynski intercedido pelo nosso secretário adjunto de Estado de Assuntos Indígenas, Agnaldo Santos que tem feito um ótimo trabalho com as comunidades indígenas. Pretendemos continuar com todas essas ações e o objetivo é atingir cada vez mais aldeias.

Primeira-dama de MT, Virginia Mendes, com o cacique Raoni; Imagem – divulgação.

OP – Os direitos das pessoas com deficiência estão tendo um olhar diferente pelos governos nos últimos anos, mas sabemos que ainda falta muito. O que o Governo do Estado tem feito especificamente nessa área?

VIRGINIA – A defesa dos direitos das pessoas com deficiência sempre será uma das minhas prioridades. Através do nosso programa SER Família Inclusivo já realizamos diversas ações para promover a inclusão: Lançamos a Carteirinha de Identificação do Autista; Realizamos o 1º Desfile de Moda Inclusivo; Fizemos a campanha ‘Ser Solidário é Legal, Mas Ser Inclusivo é Melhor Ainda’; Lançamos a sala SER Família Sensorial e no mês de setembro realizamos a 1ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência em Vila Bela da Santíssima Trindade! Um lindo evento organizado em parceria com a prefeitura de Vila Bela e comandado pela Superintendência de Promoção e Articulação de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência através da querida Tais Augusta, uma mulher guerreira que sabe melhor que ninguém o quanto precisamos debater esse assunto e mostrar para a nossa sociedade a importância que tem. O objetivo de todas as nossas ações dentro do Programa SER Família Inclusivo é promover a conscientização da inclusão social em defesa dos direitos das pessoas com deficiência.

Primeira-dama de MT, Virginia Mendes, faz entrega de cobertor; Imagem – Divulgação.

OP – Em todos os lugares, inclusive países ricos, existem pessoas que precisam de ajuda.  Mas o aumento das ações nessa área por parte do Governo do Estado é fruto do crescimento da demanda por advento da pandemia, ou porque o que era preciso não estava sendo feito?

VIRGINIA – Acredito que seja a união dos dois fatores. Com a pandemia ficou ainda mais visível as dificuldades enfrentadas pela população vulnerável, porque passamos por uma grande crise e ainda estamos enfrentando os danos causados por ela. Além disso, estamos fazendo algo inédito na área social com os Programas do SER FAMÍLIA. O SER é sustentado por três pilares que significa: Superação, Esperança e Respeito. A demanda é gigantesca para conseguirmos atender as famílias dos 141 municípios e entidades, mas agradeço a Deus por ter me dado essa oportunidade de ajudar as pessoas. Destaco aqui também as ações que temos feito envolvendo os líderes comunitários com o Programa SER Família Comunitário, porque é também através deles que conseguimos ter conhecimento das demandas de cada comunidade. Aproveito a oportunidade para agradecer o excelente trabalho que vem sendo feito pelo nosso secretário adjunto de Estado de Assuntos Comunitários, Edio Martins que é o nosso porta-voz nessa área.

OP – Especificamente para a região de Canarana e de todo o Vale do Araguaia, quais as ações que a senhora destaca em prol das pessoas que mais precisam?

VIRGINIA – Sabemos que por muito tempo a região do Vale do Araguaia era conhecida como “Vale dos Esquecidos” e fico feliz quando ouço dos próprios moradores da região que agora esse título não cabe mais a eles, sendo visto agora como o ‘Vale da Prosperidade’. O Governo de Mato Grosso tem investido muito na região para garantir estímulo à economia e melhoria na qualidade de vida da população local. E na área social, precisamente no município de Canarana já entregamos aproximadamente 1.500 cestas básicas do Programa SER Família Solidário, cerca de 1.800 cobertores do Programa Aconchego e 700 cartões do SER Família Emergencial.

Primeira-dama de MT, Virginia Mendes, durante ação social; Imagem – Divulgação.

OP – Qual é o seu sonho como primeira dama de Mato Grosso?

VIRGINIA – Eu agradeço todos os dias a Deus e a Nossa Senhora pela dádiva de estar no cargo de primeira-dama de Mato Grosso para poder ajudar os que mais precisam. Esse sempre foi o meu sonho: ajudar o meu próximo. E esse sonho existia antes mesmo de ter sido primeira-dama do município de Cuiabá, era um sonho como mulher, como mãe, como esposa e que agora é um sonho como primeira-dama do Estado. Creio que parte dele já está sendo realizado, mas eu quero fazer sempre mais, ir além! Consegui ir onde nenhuma outra primeira-dama do Estado esteve, digo isso porque é o que eu ouço das pessoas quando estou nesses lugares, elas dizem que nunca tinham recebido a visita e a atenção de uma primeira-dama de Mato Grosso. Para mim isso já é uma realização! Agradeço por poder contar com uma equipe valiosa para alcançar os mato-grossenses que precisam do nosso trabalho, toda minha gratidão a minha equipe da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf) e a equipe da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

Por Rafael Govari e Lavousier Machry para OP com a colaboração de Luana Daubian.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.