segunda-feira, 5 dezembro, 2022
Início Notícias Gerais Detentos da Cadeia de Canarana fabricam máscaras artesanais para Prefeitura e comunidade

Detentos da Cadeia de Canarana fabricam máscaras artesanais para Prefeitura e comunidade

CANARANA – Com o alastramento mundial do Covid-19 (Coronavírus), muitos insumos utilizados na prevenção e no tratamento estão em falta. E o jeito é improvisar. Máscaras artesanais, por exemplo, estão sendo confeccionadas com tecido de pano.

Nesta semana, detentos da Cadeia Pública de Canarana-MT iniciaram a confecção de máscaras para a Prefeitura Municipal. São quatro detentos que estão participando dos trabalhos. Eles conseguem confeccionar 150 máscaras por dia. A Prefeitura entra com o material e eles com a mão de obra. Em troca, ganham redução da pena. As máscaras serão utilizadas pelos servidores das diversas secretarias. Foram encomendadas 400 máscaras pelo Município.

Além da Prefeitura, o diretor do presídio, Charles Jeremy, disse que empresas e moradores também já entraram em contato para solicitar o serviço nos mesmos moldes. “Não está tendo máscara tradicional para venda e a vantagem dessa artesanal é que a pessoa pode ter duas e, enquanto usa uma, lava a outra”, disse Charles Jeremy.

É que a partir de segunda-feira (13), todas as empresas e estabelecimentos que continuarem em funcionamento durante a pandemia devem providenciar máscaras aos seus funcionários, uma iniciativa do Governo de Mato Grosso.

Outra alternativa é produzir a máscara em casa mesmo ou adquirir uma nas empresas de confecções da cidade, que estão fabricando e vendendo com preço médio de R$ 5,00.

Máscaras de pano

Conforme o governador Mauro Mendes, o “ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, falou justamente isso. Que as máscaras de pano funcionam muito bem como barreira, são de baixo custo e podem ser lavadas facilmente com água sanitária ou produtos semelhantes”.

De acordo com o médico Dr. Abdon Karhawi, que é especialista em infectologia e professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), as máscaras artesanais – feitas de pano, algodão e tecidos similares – são instrumentos eficazes para conter o avanço da doença. “A máscara pode ser de pano e feita em casa. Importante que tenha duas camadas de tecido, ou que seja com um tecido mais grosso”.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, ressaltou que o uso de máscaras artesanais pela população também fará com que diminua a procura por máscaras cirúrgicas, que são usadas preferencialmente por profissionais de saúde, e atualmente estão em falta. “As máscaras cirúrgicas precisam ficar nos hospitais, reservadas aos profissionais de saúde, médicos, enfermeiros e toda a equipe que atua nessas unidades”.

Por J. O Pioneiro.