terça-feira, 9 agosto, 2022
InícioNotíciasDestaquesEFEITO COVID - Pedidos de seguro-desemprego aumentam 50% em MT

EFEITO COVID – Pedidos de seguro-desemprego aumentam 50% em MT

CUIABÁ – Os pedidos de seguro-desemprego tiveram forte alta em Mato Grosso na primeira quinzena de maio. Ficaram acima dos registrados em abril, tanto deste ano, quanto do ano passado.

Dados do Ministério do Trabalho apontam crescimento de 49,4% no volume de solicitações no benefício na comparação com o mesmo período de 2019. Há 12 meses, 5.666 pessoas se viram desempregadas e recorreram à medida. Neste ano, foram 8.492.

“Temos ao menos dois fatores nesse número e que ainda não podemos dizer, com certeza, qual tem maior peso. O primeiro é a demanda reprimida do período em que os postos do Sine (Sistema Nacional de Emprego) estavam fechados e o segundo é a pandemia. Só vamos conseguir medir isso com mais precisão ao final de junho”, diz Roberto Ricardo, responsável pela seção de políticas de emprego do Sine em Mato Grosso.

Na contagem dos 30 dias, o total de abril deste ano ficou em 12.784 pedidos pelo seguro, volume 1,4% menor em relação aos 13.094 pedidos de 2019.

Perfil

Conforme dados do Ministério do Trabalho, os homens são maioria absoluta entre os pedidos. Eles representam 63,4% do total das solicitações registradas até o momento.

E a maior parcela está na faixa etária principal das pessoas economicamente ativas: dos 30 aos 39 anos de idade. Foram 2.722 solicitações.

“Esse perfil é das pessoas que estavam empregadas no comércio. O funcionário que tem o salário fixo e recebe comissão de vendas. E quanto mais tempo bares, restaurantes e shopping center ficarem fechados, mais esse número vai crescer”, disse o diretor da Federação do Comércio de Bens e Serviço (Fecomércio) em Cuiabá, Marco Pessoz.

Por Reinaldo Fernandes/O Livre Com Redação OP; Foto – Arquivo OP.