sexta-feira, 9 dezembro, 2022
Início Notícias Destaques Médico passa 25 dias internado com Covid-19 e deixa hospital em Barra...

Médico passa 25 dias internado com Covid-19 e deixa hospital em Barra do Garças

BARRA DO GARÇAS – O médico Pedro Sarduy Campbell foi infectado com o novo coronavírus há 25 dias e ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Milton Pessoal Morbeck, em Barra do Garças-MT, onde mora. Quando deixou o hospital, na quinta-feira (21), foi aplaudido pelos colegas.

Ele chegou em Mato Grosso em setembro de 2014 e atuou como médico até 2017, quando venceu o seu contrato, e não pôde ser recontratado como médico por ter que fazer a revalidação com o Conselho Regional de Medicina (CRM).

Ele trabalhou atendendo indígenas na região do Alto Xingu. Conheceu a mulher quando morava em Canarana-MT. Ela é enfermeira e trabalha no Alto Xingu.

Por não ter feito a revalidação, Pedro está trabalhando em uma farmácia de Barra do Garças e acredita que se contaminou no local.

Ele conta que inicialmente acreditava que seria uma sinusite. Depois começou a ter febre e tosse.

Um amigo médico o ajudou e mediu a saturação, que estava em 97%. Após cinco dias, a saturação estava em 92% e decidiu ir à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde ficou internado e começou a fazer os exames para Covid-19.

O exame apontou pneumonia e lesões no pulmão do tipo Covid-19. O tratamento começou imediatamente. Após dois dias de tratamento, a saturação continuou caindo e foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Foi entubado para aumentar e voltou para 96%.

“Em um momento quando estava sendo transferido para a UTI e o oxigênio da ambulância acabou, vi minha vida se apagando. Chegamos a tempo e o motorista saiu correndo para pegar oxigênio e trouxe para a ambulância. Foi quando voltei a viver”, afirma.

Após receber alta, recebeu a recomendação do tratamento em casa e de isolamento social. Quando estava saindo do hospital, os colegas gravaram um vídeo que foi postado em uma rede social da Secretaria Municipal de Saúde de Barra do Garças.

“Não existe um melhor medicamento do que o isolamento social. Pacientes que estão no grupo de risco devem tomar o maior cuidado possível e sempre usar proteção”, recomenda Pedro.

Por G1; Foto – Arquivo OP.