terça-feira, 6 dezembro, 2022
Início Futilidade do Dia Hong Kong faz parte da China? - Futilidade do dia

Hong Kong faz parte da China? – Futilidade do dia

Sim. Mas com alguns detalhes que lhe conferem um status independente.

Hong Kong, atualmente, é uma região administrativa especial da China. Uma das regiões mais densamente povoadas do mundo, altamente desenvolvida, com um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,93 (muito alto). Sob o princípio “Um país, dois sistemas” a cidade possui um sistema político/econômico diferente da China continental.

Com exceção da defesa militar e relações exteriores, Hong Kong é independente, mesmo sendo uma cidade chinesa. O judiciário é independente e o sistema político também, com parlamentares eleitos democraticamente, bem diferente do restante do país socialista.hongkong

Mas porque Hong Kong se difere do restante da China? Bom, isso se deve a sua história.

A cidade, historicamente, pertencia à China. Na Primeira Guerra do Ópio (1839-1842) tornou-se uma colônia do Império Britânico. Foi ocupada pelo Império do Japão durante a Guerra do Pacífico (1941 – 1945) e no fim da Segunda Guerra Mundial, com a rendição incondicional do Japão, os britânicos recuperaram o domínio da cidade. Desde então Hong Kong tornou-se o maior porto de mercadorias mundial e um importante centro financeiro.

 

Após anos de negociações entre britânicos e chineses, em 1 de julho de 1997, Hong Kong foi devolvida à China às 00:00h daquele dia, sob a condição que o sistema socialista não seria praticado na região, e o sistema capitalista honconguês ficaria intacto por um período de 50 anos.

A Declaração de comum acordo, foi assinada pela Rainha Elizabeth II, pela primeira Ministra do Reino Unido, Margatet Tatcher, e o então presidente da China, Li Xiannian. Não se sabe como ficará a cidade após os 50 anos.

Por OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.