terça-feira, 9 agosto, 2022
InícioNotíciasDestaquesIndígenas não seguem regra de distanciamento em fila de banco em Campinápolis

Indígenas não seguem regra de distanciamento em fila de banco em Campinápolis

CAMPINÁPOLIS – Na manhã desta sexta-feira (10), foram feitos registros de uma fila extensa com indígenas aglomerados em frente à agência do Banco do Brasil, no centro de Campinápolis. De acordo com o último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, 36 índios Xavante já foram infectados e quatro morreram em decorrência do novo coronavírus na cidade.

LEIA MAIS – Xingu recebe unidades nas aldeias para tratar indígenas com Covid-19

Fila extensa com indígenas Xavante aglomerados em frente à agência do Banco do Brasil, no centro de Campinápolis.
Fila extensa com indígenas Xavante aglomerados em frente à agência do Banco do Brasil, no centro de Campinápolis; Foto – Divulgação.

Campinápolis tem mais de 60% de sua população composta por indígenas, conforme levantamento da prefeitura. Mesmo em situação de vulnerabilidade frente à doença, muitos se arriscam indo às agências bancárias para ter acesso aos terminais eletrônicos.

Como os bancos têm restringido o acesso ao interior das unidades, a maior parte dos clientes fica do lado de fora. Nas imagens é possível observar que não há distanciamento social mínimo de 1,5m (um metro e meio) e alguns não usam máscaras, o que aumento o risco de contágio.

As fotos da aglomeração estão circulando por grupos de WhatsApp do município e gerando preocupação e revolta. Até a quarta-feira (8), Campinápolis registrava 85 casos confirmados e seis óbitos causados pela doença.  

Matéria completa clique aqui.

Por Semana7 com Redação OP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.