quinta-feira, 30 maio, 2024
Início Notícias Destaques Mãe flagra mensagens de professor assediando aluno de 12 anos em MT

Mãe flagra mensagens de professor assediando aluno de 12 anos em MT

CAMPINÁPOLIS – Uma denúncia de assédio sexual praticada por um professor contra um adolescente de 12 anos foi registrada na última quinta-feira (19) no bairro Vila Rodoviária, em Campinápolis (476 km de Cuiabá). O fato teria ocorrido na Escola Estadual Couto Magalhães, na região do Vale do Araguaia.

Abuso sexual infantil; Imagem – Governo Federal.

Segundo informações da Polícia Civil, o fato foi registrado pela mãe da vítima, que encontrou no celular do filho mensagens trocadas com o professor. Segundo a mãe, o educador tentava convencer o menor a sair com ele e não contar nada aos pais.

A mãe disse ainda que o professor chegou a ligar em sua residência, procurando pelo aluno.

LEIA MAIS – Idoso baleia primo por engano durante caçada a porco do mato em Água Boa

Consta no documento também que, por várias vezes, o professor chegou a liberar toda a turma e pediu que apenas o adolescente permanecesse na sala, sob o pretexto de fazer atividades escolares. Além disso, colegas relataram que o docente tratava o aluno de uma forma diferente perante aos demais estudantes.

A Polícia Judiciária Civil disse que por se tratar de crime contra menor de idade e de natureza sexual, o caso está sendo tratado sob sigilo e mais detalhes não podem ser divulgados, visando a preservação da vítima. Um inquérito está apurando o caso. O Conselho Tutelar também está acompanhando as investigações.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação se posicionou sobre o caso e informou que vai esperar a notificação das autoridades competentes para o afastamento do docente.

Veja a nota na íntegra

“Sobre o suposto caso de assédio envolvendo um professor da Escola Estadual Couto Magalhães, em Campinápolis (MT), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) comunica que tomou conhecimento, mas que não foi notificada oficialmente pela autoridade competente. Esclarece que já determinou à Diretoria Regional de Ensino (DRE) Polo Barra do Garças, que tome as providências. Havendo indícios, será aberto Procedimento Administrativo Disciplinar e o referido professor será afastado das suas atividades”.

Por Letícia Kathucia/Folha Max.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.