terça-feira, 28 maio, 2024
15.3 C
Canarana
Início Notícias Destaques PIB do Vale do Araguaia já é maior do que três estados...

PIB do Vale do Araguaia já é maior do que três estados brasileiros

BARRA DO GARÇAS – A região do Vale do Araguaia, congregando 25 municípios entre Barra do Garças e Vila Rica, tem hoje um PIB superior a R$ 22 bilhões de reais. Os números foram levantados pelo OPioneiro, tendo como base publicação do Diário Oficial de Mato Grosso do dia 29 de agosto de 2022, que trazia o VA (Valor Adicionado) dos municípios de Mato Grosso, tendo como base o ano de 2021. O VA compõem em torno de 95% do que forma o PIB (Produto Interno Bruto).

Colheita de soja em Canarana; Foto – OP.

Para se ter uma ideia, a riqueza gerada no Vale do Araguaia, já é maior do que os PIBs dos estados de Roraima e Acre (ambos com R$ 16 bi) e Amapá (R$ 18 bi), conforme dados apresentados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Porém, o que chama a atenção é que o potencial de expansão agrícola e industrial aqui na região é muito grande. Atualmente, o Vale do Araguaia planta 2,1 milhões de hectares com soja primeira safra e 1,4 milhão de hectares com milho segunda safra, somando 3,5 mi/há por ano com agricultura, segundo dados atualizados do Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária).

Conforme o próprio Imea, a região ainda possui mais de cinco milhões de hectares com pastagens, sendo que a metade está em áreas classificadas como latossolo, que é propícia para a agricultura. A previsão é que nas próximas duas décadas, pelo menos 2,5 milhões de hectares de pastagens virem lavoura, o que elevará a área de soja para cerca de 4,5 mi/há. A média é que 80% da área de primeira safra seja ocupada com milho, podendo chegar a 3,5 milhões de hectares segunda safra. A soma de soja e milho atingiria, portando, 8 mi/há ano.

Outra previsão é que a irrigação ganhe força em Mato Grosso, para impulsionar, principalmente, a terceira safra. O Estado todo tem potencial de ocupar até 4 milhões de hectares com pivôs, sendo que um milhão está no Araguaia, o que poderia, então, elevar o potencial da região para 9 mi/há somados em três safras por ano.

Junto ao crescimento do agronegócio, indústrias de etanol de milho já anunciaram instalação de plantas em Querência e Canarana. Assim como aconteceu na região da BR-163, o Araguaia começa a receber investimentos no beneficiamento e na industrialização da produção agrícola. Isso agrega valor e gera mais riquezas, elevando significativamente o PIB a um crescimento anual maior que as potências asiáticas.

Por Rafael Govari para OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.