domingo, 1 outubro, 2023
Início Notícias Destaques Primeiras-damas de MT e Água Boa anunciam edição do Casamento Abençoado no...

Primeiras-damas de MT e Água Boa anunciam edição do Casamento Abençoado no Vale do Araguaia

    A região do Araguaia recebe, em setembro, a 2ª edição do projeto Casamento Abençoado, idealizado pela primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes. Essa será  a 1ª etapa regional, tendo como polo o município de Água Boa (distante 735 km de Cuiabá) e envolvendo 18 municípios. As inscrições estão abertas até o dia 31 de julho no Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) dos municípios participantes.

    Primeira-dama de MT Virginia Mendes e governador Mauro Mendes no Casamento Abençoado em 2021 (arquivo)
    Crédito – Jana Pessôa

    Conforme o cronograma, a cerimônia será realizada no dia 16 de setembro e terá participação de outros 17 municípios: Cocalinho, Nova Xavantina, Campinápolis, Novo Santo Antônio, Querência, Gaúcha do Norte, Ribeirão Cascalheira, Bom Jesus do Araguaia, Alto Boa Vista, Serra Nova Dourada, Nova Nazaré, Novo São Joaquim, São Félix do Araguaia, Luciara, Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu e Araguaiana.

    O Casamento Abençoado foi realizado pela primeira vez no Estado em outubro de 2021. De acordo com a primeira-dama Virginia Mendes a finalidade da celebração é, além de regularizar a situação civil dos casais de baixa renda, promover o fortalecimento da instituição familiar.

    “A primeira edição em Cuiabá foi desafiadora, mas com a união de esforços conseguimos realizar o sonho de 1.500 casais. Foi maravilhoso ver a alegria de cada família. Ser idealizadora e madrinha deste projeto é algo inspirador, porque o matrimônio é uma bênção na vida dos casais. É  lindo ouvir o sim de cada união e o fortalecimento da instituição familiar. Estou ansiosa pela edição do Casamento Abençoado Regional”, ratificou Virginia Mendes.

    Virginia Mendes agradeceu o apoio da primeira-dama de Água Boa pelo trabalho realizado na região com as primeiras-damas dos municípios vizinhos.

    “Fiquei muito feliz com a disposição da primeira-dama Juliana por colocar o município nesta ação tão importante, agradeço todas as primeiras-damas envolvidas nesta primeira etapa, que será muito importante e servirá de modelo para as próximas edições”, agradeceu Virginia Mendes.

    A primeira-dama de Água Boa, Juliana Kolankiewicz, falou da alegria de ser o município polo e agradeceu à primeira-dama do Estado por todo o suporte nos preparativos: “É uma grande honra fazer parte de um projeto tão grandioso. A primeira-dama Virginia Mendes nos confiou essa missão e com todo o suporte da Unaf e da Setasc tenho certeza que será o evento dos sonhos. Quero agradecer a todos os municípios do Vale do Araguaia que participarão desse evento que ficará marcado na história de Água Boa e região, e também todo o apoio que o prefeito Mariano tem nos dado”.

    A secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Grasi Bugalho, falou sobre a forma como o Casamento Abençoado está sendo recebido pela região, principalmente pelo município de Água Boa. “Me surpreendi com a disposição que o evento foi recebido na região, com certeza será um evento maravilhoso. Esse é um projeto do coração da primeira-dama Virginia Mendes. Agradeço a todas as primeiras-damas e toda a dedicação da primeira-dama de Água Boa”.

    Todos os trâmites necessários estão sendo organizados para que o grande dia aconteça em 16 de setembro. O projeto conta com o apoio do Governo de Mato Grosso, que tem por premissa promover o acesso a direitos básicos e permitindo o acesso das pessoas em situação de vulnerabilidade social ao matrimônio.

    A organização conta com a parceria da Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg-MT); Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Mato Grosso (Arpen-MT); Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJMT), por meio da Corregedoria de Justiça e Justiça Comunitária; Ministério Público do Estado (MPE/MT); Tabelionatos Civis Municipais; e Prefeituras Municipais, por meio das secretarias municipais de Assistência Social.

    Conforme a organização do evento,  os casais devem procurar os municípios que aderiram ao Termo de Adesão entre Setasc e prefeituras. Estão aptos a se inscrever os casais com renda familiar de até três salários mínimos que já convivam maritalmente e aqueles que desejam se casar. A prioridade é para os que já estão inscritos no programa SER Família e pessoas inscritas nos programas de transferência de renda com o Número de Identificação Social (NIS) e CadÚnico.

    Por Vânia Neves e Daniele Danchura | Unaf e Setasc/MT.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.