terça-feira, 21 maio, 2024
29.7 C
Canarana
Início Futilidade do Dia Qual a origem dos nomes dos planetas do Sistema Solar? - Futilidade...

Qual a origem dos nomes dos planetas do Sistema Solar? – Futilidade do dia

Quando crianças, aprendemos os nomes dos planetas que compõem o nosso Sistema Solar, mas e sua origem? Descubra agora porque se chamam Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. 

Mercúrio é o planeta menor e mais próximo do sol. Com sua órbita mais rápida, foi associado à Mercúrio (mensageiro dos deuses e deus dos viajantes, chamado de Hermes pelos gregos). Segundo os astrônomos antigos, Vênus era o mais brilhante de todos, então a origem do seu nome acabou sendo associada à deusa romana da beleza e do amor (que na cultura grega, seria a Afrodite).

Qual a origem dos nomes dos planetas do Sistema Solar? - Futilidade do dia
Foto: Baris Simsek | iStock.

O nome do planeta Terra vem do latim “Tellus”, que na mitologia greco-romana remete à deusa da terra e do solo fértil, chamada de Telo pelos romanos e de Gaia pelos gregos. Contudo, o nome Terra não é derivado da mitologia. Marte, o planeta vermelho, recebeu o nome do deus romano da guerra (na mitologia grega, é o Ares).

O maior planeta e mais “majestoso”, Júpiter, recebeu o nome do rei dos deuses romanos (equivalente ao Zeus da mitologia grega). Já Saturno, que se move lentamente, recebeu o nome em homenagem ao deus romano do tempo (seria o Cronos, na mitologia grega). Contudo, antes de ser chamado assim, os sumérios o chamavam de Ninurta.

Devido sua tonalidade, Urano recebeu o nome do deus do céu. Quando descoberto em 1781, um astrônomo britânico o batizou de Georgium Sidus, em homenagem ao Rei George III. Entretanto, posteriormente outro astrônomo decidiu seguir a tradição oficial de escolher os nomes relacionados à mitologia. Já o planeta azul, Netuno, recebeu o nome do deus dos mares (na mitologia grega, é Poseidon). Porém, quase se chamou Le Verrier em homenagem à um de seus descobridores.

Fonte: Curiosidades; Canal Tech.

Por Vitória Kehl Araujo, do OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.