terça-feira, 21 maio, 2024
20.5 C
Canarana
Início Futilidade do Dia Quem foi Hiroo Onoda? - Futilidade do dia

Quem foi Hiroo Onoda? – Futilidade do dia

Hiroo Onoda foi o penúltimo soldado japonês a se render após o fim da Segunda Guerra Mundial. O oficial do Exército Imperial japonês, declarado morto em 1959, passou cerca de 30 anos escondido nas Filipinas. 

Em dezembro de 1944 foi enviado à ilha Lubang (Filipinas). Ordenado pelo seu comandante para fazer todo o possível para não ser pego pelos inimigos, ele e outros três soldados permaneceram em resistência. Mesmo recebendo notícias, através de folhetos, de que a guerra havia terminado, eles acreditavam se tratar de uma tática de seus inimigos.

onoda
Hiroo Onoda, esquerda, com seu uniforme do Exército Imperial em 10 de março de 1974, após sua rendição, na ilha de Lubang. Foto: JIJI PRESS / AFP.

Contudo, um dos soldados se rendeu em 1950 e os outros dois foram mortos em confrontos. Em 1972, Onoda ficou sozinho. Dois anos depois, Hiroo se deparou com um viajante japonês e lhe disse que não se renderia até que recebesse a ordem de seu oficial superior. Portanto, o governo japonês localizou seu comandante e o enviou a Lubang. Em março de 1974 Hiroo finalmente se rendeu, depondo sua espada e seu rifle que ainda estava em perfeito estado. 

Onoda voltou ao Japão e foi recebido como um herói. Foi o último dos oficiais japoneses encontrados ainda em serviço. Entretanto, ele foi o penúltimo soldado a se render. O soldado Teruo Nakamura foi encontrado na ilha de Morotai (Indonésia) em dezembro 1974. Embora alistado no Exército Imperial, nasceu em Taiwan e não era oficial. Portanto, não sendo considerado por muitos japoneses.

Onoda não se sentia confortável no Japão moderno e imigrou para o Brasil. Posteriormente, ele voltou ao Japão novamente. Hiroo faleceu em 2014 aos 91 anos. 

Fonte: G1; e, El País.

Por Vitória Kehl Araujo, do OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.