quarta-feira, 22 maio, 2024
28.1 C
Canarana
Início Notícias Destaques Falta de energia elétrica se torna rotina em Gaúcha do Norte-MT

Falta de energia elétrica se torna rotina em Gaúcha do Norte-MT

GAÚCHA DO NORTE – Em apenas sete dias o município de Gaúcha do Norte-MT registrou mais de 16 horas sem energia elétrica. Os prejuízos vêm se intensificando e os reflexos caem sobre o comércio local, a população e toda sociedade em si.

Foto: GaúchaNews

A primeira grande falta foi registrada na sexta-feira (22.10), quando a queda aconteceu logo depois das 11 horas e permaneceu durante toda a tarde, retornando apenas depois das 18 horas. Na noite de terça-feira (26), o fato se repetiu por um período de pouco mais de uma hora durante a noite, já na noite de quarta-feira (27), a falta de energia foi registrada antes das 21h e se estendeu até depois das 5h da manhã do dia seguinte.

A dificuldade com energia elétrica não é de agora, ano após ano a situação se repete, em 2020 as faltas foram pequenas, já este ano, o fornecimento de energia tem sido não só apenas ruim, como péssimo.

O município completa no próximo dia 17, 26 anos de emancipação política, está em pleno desenvolvimento, possui um grande potencial agrícola, atualmente ocupa cerca de 210 mil hectares com a safra principal, o asfalto está chegando pela MT-129 (Gaúcha do Norte – Paranatinga), investidores tem se interessado cada vez mais pelo município, mas se esbarram na grande dificuldade da energia elétrica.

A reportagem do Gaúcha News entrou em contato com a Energisa, empresa responsável pelo fornecimento via e-mail e telefone, mas, até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta sobre os motivos dessa falta.

Algo precisa ser feito e urgente!

Que fique claro que nossa crítica não é em relação a equipe local, somos conhecedores que ela está sempre pronta para prestar todo o atendimento necessário, se desloca a longas distâncias para conseguir identificar os problemas e restabelecer o fornecimento. Mas a empresa precisa urgentemente melhorar o fornecimento do município e fazer jus aos altos valores cobrados nas contas de energia.

Por GaúchaNews.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.