segunda-feira, 22 julho, 2024
17.2 C
Canarana
Início Notícias Destaques Investigado pela morte de indígena em Confresa é preso no Maranhão

Investigado pela morte de indígena em Confresa é preso no Maranhão

CONFRESA – Um homem de 35 anos, investigado pelo homicídio de um indígena ocorrido no mês de fevereiro, em Confresa, foi preso pela Polícia Civil no interior do Maranhão.

A Delegacia de Confresa deflagrou a Operação Nova Pukanu para dar cumprimento a mandados de prisão contra o suspeitos investigado pelo homicídio doloso que vitimou Elizeu Santos Cardoso, de 44 anos. Ele pertencia à etnia kanela do Araguaia e era deficiente auditivo. O corpo de Elizeu foi encontrado atrás do ginásio da cidade, com perfuração no abdômen.

policial – foto: Assessoria

A investigação identificou o suspeito de cometer o crime e na semana passada, uma equipe da Delegacia de Confresa foi a cidade de Imperatriz, no Maranhão, para realizar a prisão do suspeito. Com apoio da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, as equipes policiais seguiram até à cidade de Davinópolis e prenderam F.A.L. de 35 anos.

Após autorização da Justiça maranhense, F.A.L. foi recambiado para Confresa, onde foi ouvido e posteriormente encaminhado para a unidade prisional em Porto Alegre do Norte, onde ficará à disposição da justiça.

A operação Nova Pukanu faz alusão ao nome da aldeia onde Elizeu Cardoso vivia, que na língua indígena significa Terra da Esperança.

Por Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.