quinta-feira, 23 maio, 2024
19.3 C
Canarana
Início Notícias Destaques Polícia Civil prende cinco pessoas envolvidas em homicídio de empresário em Nova...

Polícia Civil prende cinco pessoas envolvidas em homicídio de empresário em Nova Xavantina

NOVA XAVANTINA – Cinco pessoas envolvidas no homicídio de um empresário em Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá) foram autuadas em flagrante pela Polícia Civil, na quarta-feira (28.06), em diligências ininterruptas realizadas pela equipe de investigadores da Delegacia do município.

Entre os envolvidos estão três homens, uma mulher e um adolescente, todos apontados como integrantes de uma organização criminosa. Os suspeitos foram localizados em uma residência onde também foram apreendidos munições, roupas e o veículo utilizado no crime.

Foto: Reprodução

O crime que vitimou o empresário, Joaquim Fernandes Gomes, de 45 anos, ocorreu na no meio da tarde de segunda-feira (26), quando os suspeitos armados abordaram a vítima, em sua loja de motocicletas. O empresário saiu correndo pelas ruas, porém foi perseguido pelos suspeitos, que efetuaram vários disparos.

Durante a perseguição, a vítima foi atingida e não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito em via pública, no bairro União. Um idoso de 88 anos que estava na porta de casa, no momento em que os criminosos perseguiam a vítima, também foi atingido com um disparo no pé.

Assim que foi acionada do homicídio, a equipe da Delegacia de Nova Xavantina iniciou as diligências para identificar e prender os autores do crime. Durante os trabalhos, três homens, uma mulher e um adolescente tiveram participação identificada no crime.

Os suspeitos foram localizados em uma residência em posse de diversos objetos de origem ilícita, sendo apreendidos no local, as cápsulas das munições deflagradas, as roupas que os envolvidos usavam no momento do crime e também o veículo utilizado pelos criminosos.

Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Nova Xavantina, onde após serem interrogados, os adultos foram autuados em flagrante pelo crime de homicídio qualificado, integrar organização criminosa e corrupção de menores. O adolescente responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado e integrar organização criminosa.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Raphael Diniz Garcia, os suspeitos no homicídio do empresário já eram investigados pela Polícia Civil por outros fatos envolvendo organização criminosa.

“A primeira linha de investigação, aponta que a motivação do crime seja a rivalidade entre facções criminosas.A equipe policial trabalhou incessantemente na identificação e prisão dos criminosos, para dar a pronta resposta à população em relação ao crime que chocou a cidade”, disse o delegado.

Por Assessoria | Polícia Civil-MT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.