segunda-feira, 4 dezembro, 2023
Início Notícias Destaques Polícia encontra corpo de manicure desaparecida em Canarana

Polícia encontra corpo de manicure desaparecida em Canarana

    CANARANA – Operação coordenada pela Delegacia de Canarana-MT, resultou na localização do corpo de vítima desaparecida e na prisão dos suspeitos pela execução do homicídio. Após o homicídio, os suspeitos mantiveram dois idosos em cárcere privado, sob tortura, e exigiram 300 mil reais como condição para soltura.

    Policiais localizam corpo enterrado no meio da mata; Imagem – Divulgação.

    A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Canarana, desencadeou a Operação denominada “Faces Ocultas”, com a finalidade de localizar os suspeitos de executar e ocultar o cadáver de uma mulher de 38 anos, desaparecida desde o dia 29/10/2023.

    Durante as investigações, uma equipe da Polícia Civil levantou a informação de que a manicure teria sido levada para uma Fazenda. Ao diligenciarem até o local, se depararam com dois idosos, proprietários da referida Fazenda, em cárcere privado.

    Os suspeitos mantiveram os dois idosos em cárcere privado por três dias na Fazenda, que fica localizada na área rural de Canarana, a fim de que lhe pagassem a quantia de 300 mil reais como condição da soltura.

    Os idosos foram submetidos a intenso sofrimento físico e psicológico, chegando a sofrer perfurações com instrumento perfuro cortante (faca) e choques elétricos. Os suspeitos fugiram durante a ação.

    A Polícia Civil atuou incessantemente em busca do paradeiro dos suspeitos, bem como da localização do corpo da manicure desaparecida.

    Com o aprofundamento das investigações, a equipe da Delegacia de Canarana, coordenada pelo Dr. Flávio Leonardo, com apoio do Núcleo de Inteligência da Regional de Água Boa, levantou a localização dos suspeitos.

    O casal de criminosos se separou durante a fuga, um foi para Guarulhos-SP e o outro para Ourolândia-BA. Essas informações foram repassadas para as forças de segurança das duas cidades e, em uma ação coordenada, ambos foram presos praticamente ao mesmo tempo.

    Com a prisão dos suspeitos, a investigação avançou e, no último sábado (02), os policiais da Delegacia de Canarana, com base em novas informações, voltaram à Fazenda, palco da ação criminosa, e localizaram os restos mortais da manicure enterrados em uma área de mata, à beira de um rio.

    As investigações continuam a fim de esclarecer a real motivação e se houve a participação de mais pessoas.

    Por Assessoria.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.