sábado, 25 setembro, 2021
Início Notícias Destaques Seduc quer conveniar 31 de Março para ser uma escola com vocação...

Seduc quer conveniar 31 de Março para ser uma escola com vocação esportiva

CANARANA – Foram quase cinco anos de espera e muitas dificuldades. Em agosto de 2021 a Escola Estadual 31 de Março foi reaberta para as aulas, após ser totalmente reconstruída, através de um investimento de mais de três milhões de reais do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal. Em entrevista ao OPioneiro, o secretário de Educação do Mato Grosso, Alan Porto, disse que quer transformar a unidade de Canarana-MT em uma escola vocacionada ao esporte. Porto fala também sobre a reforma de outras escolas estaduais no município e investimentos em educação no Mato Grosso.

Secretário de Estado de Educação – Alan Porto, em visita à EE 31 de Março; Foto – OP.

A escola vocacionada ao esporte que o secretário quer implementar na 31 de Março, é um projeto nos mesmos moldes da Arena Educação, já instalada em Cuiabá-MT. No período em que o aluno não está em sala de aula, ele participa de atividades esportivas. Poderão ser oferecidas até 10 modalidades, como vôlei, basquete e atletismo. “A Escola 31 de Março está no nosso radar para esse projeto. Após construir a quadra poliesportiva, queremos credenciar a unidade para ser uma escola vocacionada ao esporte e, assim, descobrir novos atletas de alto rendimento. Isto está na fase de estudos e de planejamento”, explica Alan.

Antes disso, será preciso construir a nova quadra poliesportiva. O prédio da escola, com 16 salas, laboratório, biblioteca e espaço administrativo, foi edificado através de um convênio entre a Prefeitura e o Governo. A obra foi licitada pelo Município, que também investiu uma contrapartida. Nesse sistema, a obra custou menos e teve maior celeridade. Porto quer construir a nova quadra nos mesmos moldes. “A construção da quadra é o próximo passo e eu já conversei com o prefeito Fábio Faria sobre isso. Temos um projeto padrão e estamos trabalhando na implantação, novamente, através de um convênio”, complementou.

Outro sonho da comunidade da 31 de Março é transformar a unidade em uma Escola Militar. O Governo de Mato Grosso já ampliou para 14 as unidades de escolas militares e pretende chegar a 30 até o final de 2022. “Todos os prefeitos de Mato Grosso já oficiaram que desejam uma Escola Militar e, onde tiver vontade da comunidade, tiver militares disponíveis, a Seduc vai trabalhar para implementar”, explicou o secretário. Em Canarana, o próximo passo será fazer uma consulta junto à comunidade da 31 de Março, para atestar que ele deseja ou não que a unidade seja transformada em Escola Militar.

Diretora Juciane Alves diz que toda comunidade da EE 31 de Março espera com grande entusiasmo que a unidade seja vocacionada ao esporte; Foto – OP.

Mas as melhorias não se limitam apenas à escola recém construída e os convênios entre Prefeitura e Governo devem continuar em Canarana nas demais unidades estaduais localizadas no Município, como a Norberto Schwantes e a Paulo Freire. “O governador Mauro e o vice-governador Pivetta, querem ampliar as parcerias. Temos 728 escolas no Mato Grosso e muitas delas precisam de reformas. Temos ampliado o diálogo com os prefeitos para que eles nos ajudem a fazer os projetos. Em Canarana, eu tenho o compromisso do prefeito para nos ajudar na elaboração desses projetos e conveniar para reformar as outras escolas. Queremos ter todas as unidades estaduais no Município reformadas”, anunciou.

LEIA MAIS – Cururueiro se inscreve no Mais MT Muxirum para poder escrever os segredos da viola

LEIA MAIS – Secretário de Educação anuncia que governador deve vir à Canarana para inaugurar Escola 31 de Março

Conforme Alan Porto, o Programa Mais MT prevê quase um bilhão de reais (R$ 935 milhões) em investimentos na educação em Mato Grosso até o final de 2022. Em infraestrutura serão R$ 400 milhões, para construir 35 novas escolas, 100 novas quadras poliesportivas, além de reformas e climatização de unidades escolares. Em inclusão digital, foram investidos mais de R$ 100 milhões na compra de notebooks aos professores e está em licitação a aquisição de 200 mil chromebooks para os estudantes. O Governo também tem investido em conectividade e auxiliado na aquisição de internet com mais velocidade.

Soma-se a tudo isso, o Projeto Muxirum, que pretende erradicar o analfabetismo em Mato Grosso nos próximos cinco anos, hoje estimado em 200 mil pessoas. Outra novidade é o Novo Ensino Médio, que terá a partir de 2022 mil horas de aula por ano, ante 800 horas atualmente. O objetivo é oferecer ao aluno do Ensino Médio, cursos técnicos e qualificação profissional, para que ele possa sair empregado. Em breve, também, a Seduc terá disponível um novo material didático, com a mesma qualidade das escolas particulares.

“Com investimentos de quase um bilhão de reais, mais a vontade política do governador e do vice-governador, dos profissionais da educação, tenho a certeza de que colocaremos a educação de Mato Grosso como uma das melhores redes do Brasil”, finaliza o secretário.

Por Rafael Govari para OPioneiro.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.