quinta-feira, 23 maio, 2024
Início Notícias Destaques Sobram vagas e faltam trabalhadores em Canarana, conforme o SINE

Sobram vagas e faltam trabalhadores em Canarana, conforme o SINE

CANARANA – Os municípios de Canarana-MT, Querência-MT e Água Boa-MT, criaram no mês de janeiro de 2021, juntos, mais de 600 postos de trabalho com carteira assinada, conforme dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). No Mato Grosso, foram abertos mais de 12 mil postos, sendo que o setor que mais empregou foi o agro, principal atividade nessas três cidades.

Imagem ilustrativa; SINE em Mato Grosso; Foto – Jana Pessôa/Setas-MT.

Esse número só não é maior, porque sobram vagas e faltam trabalhadores, principalmente nas vagas que exigem especialização e estão relacionadas à atividades em fazendas. OPioneiro entrevistou o coordenador do SINE (Sistema Nacional de Empregos) em Canarana, Jhacson Luiz Grubert Gonzaga, que nos passou os números que mostram a demanda por trabalhadores.

LEIA MAIS – Em plena pandemia, Querência, Água Boa e Canarana geraram mais de 600 empregos em janeiro

Na quinta-feira (18), o SINE de Canarana possuía 32 vagas de emprego em aberto, sendo que 29 eram vagas em fazendas e, destas, mais da metade (15) eram vagas de operador de máquinas. Outro detalhe é que das 32 vagas, em 30 era exigido experiência em carteira.

Conforme Jhacson, as vagas são anunciadas todos os dias nos veículos de comunicação, em grupos de WhatsApp, porém a procura de interessados é pequena. Gonzaga falou que na região é a realidade é a mesma. “Tenho conversado com os coordenadores da região e todos estão com dificuldades em conseguir mão de obra. E mais, quando consegue é aquela pessoa que fica um mês até dar uma desapertada”, colocou.

Esse cenário provavelmente se explica porque o agro tem registrado grande crescimento na região nos últimos anos, o que demanda de mão de obra especializada não disponível no mercado local. Para isso precisariam vir trabalhadores de fora, mas os salários teriam que ser atrativos para incentivar essa migração.

Geralmente os salários pagos aqui na região são maiores, porém, como há um grande crescimento desses municípios, o custo de vida tende a ser também mais elevado. Um exemplo são os aluguéis de casas. A procura faz com o que os preços subam, elevando o custo de vida e suprimindo a valorização salarial aqui existente.

Mas além da necessidade de trabalhadores com especialização, até vagas que não possuem exigência de experiência acabam sem interessados, como é o caso de serviços gerais, que qualquer jovem com mais de 18 anos poderia ocupar. “Tem vagas sem exigências que não são preenchidas. Aqui em Canarana, quem oferecer R$ 1.500 para serviços gerais, provavelmente não vai conseguir contratar. Se conseguir, geralmente não fica um mês”, disse Jhacson.

Por OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.