segunda-feira, 4 dezembro, 2023
Início Notícias Destaques Vereadores cobram sumiço de R$ 110 mil dos cofres públicos de Santa...

Vereadores cobram sumiço de R$ 110 mil dos cofres públicos de Santa Cruz do Xingu

    SANTA CRUZ DO XINGU – Na sexta-feira (06/08), foi aprovado na Câmara Municipal de Santa Cruz do Xingu, um requerimento interno, solicitando do Poder Executivo esclarecimentos sobre um dinheiro que havia “sumido” das contas bancárias do município.

    operação
    Foto: Arquivo Pioneiro

    Entre os questionamentos, os vereadores pedem explicações sobre o valor retirado da conta? Quais contas foram fraudadas? Quando ocorreu o fato? Quais providências já foram tomadas? E quais as informações que a Prefeitura teve até o momento?

    “O nosso papel é fiscalizar e não dá pra deixar assim, já se passou muito tempo e ainda não temos informações. Nosso município é pequeno e precisamos ter informações solidas sobre o que ocorreu”, disse o vereador Fernando Luiz da Costa.

     

    Hackers teriam invadido no dia (08/07) o sistema contábil da prefeitura municipal de Santa Cruz do Xingu, porém somente no dia 27 do mesmo mês, quando foi feito a conferência das contas de convênio da Secretaria de Saúde, foi percebido que houve retiradas de  várias contas bancárias do município, relacionados a diversos convênios, somando um valor de R$ 113.980,36 (Cento e treze mil, novecentos e oitenta reais e trinta e seis centavos).

    As retiradas segundo a Prefeitura, foram todas através de TED, foi possível identificar os destinatários que receberam os valores, como não tinham nenhum contrato com o município, acredita-se que a Prefeitura foi vítima de hackers, os quais teriam fraudado o sistema de segurança das contas-correntes bancárias.  Os valores de transferência foram os seguintes: – R$ 8.650,00; R$ 9.857,89; R$ 11.241,12; R$ 29.854,12; R$ 24.587,45; R$ 29.789,78.

    A Prefeita Joraildes Soares de Souza, solicitou que fosse realizado a comunicação a autoridade policial, assim como o Gerente da Caixa Econômica Federal.

    “Estamos aguardando a análise do setor interno do banco, como também o desenrolar das investigações policial. em contrapartida o município irá comunicar as autoridades que encaminharam os recursos, a fim que seja dado clareza no que ocorreu, como também que busque apurar o que houve”, disse o Assessor Jurídico da Prefeitura Dr Alex Abreu ao Agência da Notícia.

    Por Agência da Notícia.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.