quinta-feira, 23 maio, 2024
Início Futilidade do Dia CURIOSIDADE DO DIA - As complicadas regras de etiqueta de um casamento...

CURIOSIDADE DO DIA – As complicadas regras de etiqueta de um casamento japônes

Casamentos são sempre grandes eventos que reúnem amigos e familiares das duas partes do casal. Além disso, muitas pessoas os consideram como a celebração mais especial de suas vidas. Portanto, ser convidado para tal momento deve ser tido como uma honraria e requer certo grau de comprometimento com o evento.

E o que isso quer dizer? Cerimônias de casamento tendem a ser moldadas de acordo com a cultura do lugar onde elas estão inseridas ou por determinada religião. Em alguns locais, essas mudanças são mais gritantes do que em outras, o que faz com que os convidados precisem aprender mais sobre etiqueta. Você saberia como se portar em um casamento no Japão? Veja só o que muda!

Um casamento japonês

(Fonte: Eriko Sakihama/Unison)(Fonte: Eriko Sakihama/Unison)

Em que sentido um casamento japonês é diferente de outras culturas? Para os japoneses, não só os noivos estarão se tornando um durante a cerimônia, mas suas famílias também. Tradicionalmente, as cerimônias do Japão acontecem em um santuário e seguem os costumes da religião xintoísta.

No dia do casamento, a noiva e o noivo ficam extremamente ocupados — tendo que seguir uma série de rituais antes de se casarem oficialmente. A noiva deve usar como primeira roupa um quimono branco, simbolizando sua submissão à nova família. No total, o traje completo da mulher pode pesar até 20 kg.

Enquanto isso, o noivo usa apenas uma roupa: um conjunto de quimono com o brasão de sua família sobre eles. Além de passar por um processo de purificação, juramentos e orações, o casal tem que compartilhar xícaras nupciais cheias de saquê em três momentos.

curios

 

Preparação para o casamento

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Na visão de um convidado, o primeiro passo que essa pessoa precisa cumprir é esperar a chegada do convite do casamento com um recibo de resposta para enviar de volta. É essencial que essa pessoa preencha esta ficha e retorne ao casal, independente se ela irá ou não.

Depois, é preciso pensar no presente de casamento. Na cultura local, os presentes costumam vir na forma de dinheiro. Em média, o recomendável é que a pessoa envie três notas de 10 mil ienes, o que equivale a aproximadamente R$ 1.000. Se você for chefe da noiva ou do noivo, o valor total sobe para 50 mil ienes.

O presente deve estar em um shugi-bukuro, um envelope padrão de casamentos que pode ser facilmente encontrado em lojas de conveniência locais. Vale ressaltar que, mesmo se você não for comparecer, o que é considerado grande desfeita e motivo de “fofoca”, espera-se que o presente seja enviado — porém, em menor quantidade.

Como se comportar

(Fonte: Marvin Fox/Getty Images)(Fonte: Marvin Fox/Getty Images)

Em relação à roupa que será usada, é praticamente a mesma coisa que em outras culturas. O ideal é que a pessoa se mantenha elegante, sem ser muito chamativo, e que as mulheres não usem branco. Cores neutras como preto e tons pastéis são as escolhas mais comuns.

Você também pode optar por um quimono formal, mas só se souber usá-lo corretamente. Em caso de dúvida se você pode ou não usar um, pergunte para o casal. Inclusive, perguntar é sempre a melhor etiqueta para um casamento japonês. Não há problema nenhum de contactar o casal caso você não saiba de nada — é melhor que fazer a coisa errada.

Evite atrasos para não comprometer o cronograma da festa. Ao ir embora, não esqueça de agradecer ao casal e seus pais pela cerimônia e pelos brindes deixados para os convidados, sendo esse o momento perfeito para você entregar o seu presente. Caso você seja convidado para uma festa pós-cerimônia, prepare-se para gastar mais 10 mil ienes. Nessa ocasião, tente não exagerar na bebida.

Fonte: MegaCurioso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.