quinta-feira, 23 maio, 2024
21.2 C
Canarana
Início Notícias Destaques Deputado alega que fome em MT é falácia: "falta gente para trabalhar"

Deputado alega que fome em MT é falácia: “falta gente para trabalhar”

CUIABÁ – O deputado federal eleito, Jonildo José de Assis, o coronel Assis (UB), classificou como “falácia inventada” o fato de Mato Grosso estar com 63,2% da população em “insegurança alimentar”, se somados o quesito “leve, moderado e grave” do estudo da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (PENSSAN).

Imagem – Divulgação.

Conforme o levantamento, no Estado, 36,8% da população possuem segurança alimentar, 31,1% estão em situação de insegurança leve, outros 14,4% têm insegurança moderada e 17,7% estão em situação de insegurança alimentar grave. O futuro integrante da bancada federal de Mato Grosso em Brasília contesta os dados do estudo. “Eu entendo que isso é mais uma falácia inventada pelo pessoal que quer voltar ao poder”, afirmou em entrevista à Rádio CBN Cuiabá, na manhã de terça-feira (11).

LEIA MAIS – Na cidade mais bolsonarista do agro no Brasil, em três seções Lula venceu em Canarana

Segundo o parlamentar, essa não é a realidade do Estado, e que inclusive, há muitas vagas de empregos, e o que falta são pessoas para trabalhar. “A gente vê que no estado de Mato Grosso falta pessoas para trabalhar. Estive em conversa com o prefeito de Primavera do Leste [Leonardo Bortolin] e quando eu estive lá, ainda como comandante da PM e não tinha pessoas para trabalhar. Estavam correndo atrás de pessoas em outras cidades. Então, falta mão de obra no estado, sobra emprego aqui. No governo do pessoal que quer voltar [Lula] tinha 14 milhões de desempregados, hoje temos 8 milhões, e isso é considerável, lógico, porque não tem como ter zero milhões de desempregados, mas temos que ter esse parâmetro para comparar. Mais uma vez estamos nos deparando na luta do bem contra o mal”, disse.

Por Folha Max.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.