terça-feira, 13 abril, 2021
Início Notícias Destaques Há 48 anos, pioneiros chegavam onde hoje é Canarana

Há 48 anos, pioneiros chegavam onde hoje é Canarana

Chegada dos pioneiros
Chegada dos pioneiros – 10 de agosto de 1972. Vila Sucuri.

CANARANA – Em 10 de agosto de 1972, famílias inteiras de recém migrados do sul do país, se juntaram para em uma fotografia registrar um momento histórico, a chegada definitiva dos pioneiros gaúchos no cerrado do Vale do Araguaia mato-grossense.

Na foto, um objeto se sobressai. Uma placa rudimentar, com a data e o local que marcou o início da Vila Sucuri, que depois se tornaria o então município de Canarana – MT. Os personagens na fotografia, hoje reverenciados, tinham todos algo em comum. Nos rostos, sorrisos, e no peito, esperança.

Placa de chegada dos pioneiros de Canarana.
Placa de chegada dos pioneiros de Canarana.

A data em sí é uma referência, mesmo que tenha ocorrido muitas outras datas importantes antes e depois daquele 10 de agosto. A ideia de Canarana (nome de capim que lembra Canaã, a terra prometida), começou dois anos antes, em 11 de outubro de 1970, com a criação da Rádio Municipal de Tenente Portela, que, sob a mediação do Pr. Norberto Schwantes, encabeçou as discussões que culminaram na migração de 80 famílias.

Em 31 de março do ano seguinte, era fundada a Coopercol (Cooperativa de Colonização 31 de Março Ltda), primeira do país do tipo, responsável pelo processo migratório em sí. Mesmo que a data hoje celebrada para a chegada dos pioneiros seja 10 de agosto, no dia 14 de julho, as famílias de Siegfried Bruno Geib e Ervino Teixeira Berft já fincavam morada na região, sendo as duas primeiras a chegarem.

pró memória canarana
A placa do ponto de chegada dos pioneiros, hoje está fixada na fachada do Museu Pró-memória de Canarana.

Após ao registrado 10 de agosto de 1972, em 05 de julho de 1975, foi criada a Coopercana (Cooperativa Agropecuária Mista Canarana Ltda), que por quase duas décadas atuou no setor produtivo não só local, mas também regional.

E por fim, em 15 de fevereiro de 1981, quase uma década depois da foto icônica, Canarana tornou-se município. Hoje terra que produz flores e que também produz mel. Celeiro agrícola em que seus mais 20 mil habitantes hoje podem viver e registrar também suas próprias conquistas, tendo no peito a mesma esperança dos pioneiros, e na memória, inspiração para continuar o projeto que eles começaram.

Por Lavousier Machry, para OPioneiro. Fotos cedidas por Domingos Finato.

1 COMENTÁRIO

  1. Olha a informação dessa matéria é incompleta,a família maduro chegou em Canarana em 1971,quando os gaúchos chegaram eles já estavam na região,mais como sempre por não serem gaúchos não tem valor algum,infelizmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.