quinta-feira, 11 agosto, 2022
Início Notícias Destaques Homem que estuprava vítimas na madrugada é preso em Água Boa

Homem que estuprava vítimas na madrugada é preso em Água Boa

ÁGUA BOA – Um homem suspeito de uma série de crimes de estupro consumado e tentado, praticados em Água Boa, foi preso pela Polícia Civil do município na segunda-feira (29).

O suspeito de 48 anos foi autuado em flagrante pelo crime de estupro. Ele também será indiciado por outros crimes da mesma natureza cometidos em dias e situações distintas, além de furto e invasão de domicílios.

Segundo apuração da Polícia Civil, o homem utilizava uma bicicleta e agia durante a madrugada, invadindo residências onde moravam mulheres e crianças. Conforme as investigações, quando não conseguia praticar os atos sexuais, o criminoso furtava pertences das vítimas.

LEIA MAIS – Garota diz que sofreu tentativa de estupro na BR-158

A Delegacia da Polícia Civil de Água Boa registrou quatro boletins por invasão de domicílio e furto, duas ocorrências de estupro consumado, além de outras de estupro tentado ocorridas nos últimos dias.

Investigação

O homem utilizava uma bicicleta e agia durante a madrugada em Água Boa, invadindo residências onde moravam mulheres e crianças para praticar furto e estupro
Roupas utilizadas pelo suspeito em um dos crimes; Foto – PJCMT

Na segunda-feira (29), uma vítima de 26 anos procurou a Delegacia relatando que durante a madrugada estava em sua casa, quando foi rendida por um homem trajando uma bermuda branca e cobrindo o rosto, que invadiu o local pela janela. Ele obrigou que a moça tirasse a roupa, caso contrário abusaria da filha dela, de apenas três anos. Em seguida, a vítima foi levada para a sala, onde foi abusada sexualmente.

Durante a investigação, os policiais civis identificaram o suspeito de 48 anos por meio de imagens captadas próximo ao local do fato, onde ele aparece andando em uma bicicleta. Em diligências para localizar o suspeito, a equipe foi até a residência de um familiar dele, no bairro Primavera, mas o homem não foi encontrado.

Porém, no local estava uma conhecida da família, que revelou também ter sido vítima de estupro praticado pelo mesmo homem, dias atrás. Contudo, ela não o denunciou por medo.

A equipe policial fez mais buscas para localizar o suspeito, que horas depois chegou à casa do familiar, onde foi surpreendido pela Polícia Civil, que fazia o monitoramento do local. Na abordagem ele se escondeu dentro do banheiro da casa, momento em que foi detido. No local foram apreendidas as roupas que o suspeito usava e que aparecem nas imagens obtidas pela Polícia Civil.

Questionado sobre a bicicleta que ele utilizava durante os crimes, o homem informou que estava escondida em um matagal, nas proximidades da represa no bairro Cristalino. Os policiais localizaram a bicicleta, que foi apreendida.

O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Água Boa, interrogado e autuado em flagrante por estupro. O preso também responderá por outros crimes de estupros consumados e tentados, além de furtos e invasões de domicílios.

Conforme o delegado de Água Boa, Gutemberg de Lucena Almeida, nos casos dos furtos, as vítimas perceberam a presença do suspeito nas residências e gritaram, o que levou o criminoso a fugir levando apenas pequenos objetos.

O delegado destacou e parabenizou o trabalho da equipe na busca pelo criminoso e na coleta de provas e informações, assim como a perícia da Politec para o embasamento técnico e êxito das investigações. “A Politec auxiliou no trabalho de identificação de imagens e trabalha agora na perícia e avaliação de eventual material genético nas vestimentas”, destacou o delegado.

Após a confecção dos procedimentos policiais, a Polícia Civil representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva do investigado, que foi encaminhado para a Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, onde está à disposição da Justiça.

Por Assessoria Polícia Civil-MT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.