segunda-feira, 5 dezembro, 2022
Início Futilidade do Dia Já existiu uma tribo de vândalos - Futilidade do dia

Já existiu uma tribo de vândalos – Futilidade do dia

Quando a manifestações eclodem, rapidamente o termo “vândalos” é dito por repórteres e autoridades. A expressão relacionada à aqueles que destroem objetos e prédios ou causam confusão, parece em ascensão nos dias de hoje, mas suas raízes, são muito antigas. Aliás, já existiu uma tribo só deles. Mas calma, na época o sentido era outro.

Vandalismo em manifestação na Bolivia.
Vandalismo em manifestação na Bolivia

Os vândalos eram uma tribo germânica oriental que penetrou no Império Romano durante o século V, entrando na Gália, atravessando a Ibéria e conquistando o norte da África, onde criaram um Estado, estabelecendo a sua capital em Cartago, cidade às margens do Mediterrâneo, estratégica, onde centralizaram seu Estado.

Ok! Mas como o nome de uma tribo virou sinônimo de arruaça? Bom, para o professor Manoel Affonso, em entrevista ao G1, “os vândalos também receberam uma carga de força histórica proveniente de conjunto de lendas e mitos que agregaram a sua saga. Assim, parte da importância dos vândalos é real. Outra é fantasiada”, comentou o professor.

Logo após se estabelecerem em Cartago, os vândalos saquearam Roma no ano de 455, destruindo muitas obras primas de arte que se perderam para sempre. A fama começa aí.

 

Como os vândalos de hoje, os vândalos do passado também não se deram bem. O imperador bizantino Justiniano I declarou guerra aos vândalos. Em 15 de dezembro de 533, os bizantinos enfrentaram os vândalos a cerca de 32 quilômetros ao sul de Cartago. Um ano depois de muita guerra, o rei vândalo Gelimero se rendeu ao conquistador romano, pondo fim ao reino dos vândalos.

Por OPIoneiro, com informações do G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.