domingo, 2 outubro, 2022
Início Notícias Destaques Primeira-dama erra hospitais sendo construídos em MT e 'mente' sobre entrega do...

Primeira-dama erra hospitais sendo construídos em MT e ‘mente’ sobre entrega do HMC

CUIABÁ – Candidata ao governo de Mato Grosso, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), mostrou total despreparo ao falar sobre as obras dos hospitais regionais que estão sendo construídos pela atual gestão, bem como da duração das obras do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HMC).

Em entrevista à Rádio Centro América, na manhã desta quarta-feira (10), ela “chutou” a quantidade de hospitais em obras no Estado e ainda reclamou de não estarem prontos.

“Se eu não me engano tem dois ou três hospitais em construção, que estão começando a construir, mas não se termina. A Saúde será nossa prioridade. Inclusive o HMC [Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá] foi feito em dois anos”, afirmou.

Foto: Vicente Aquino

Na verdade, há quatro regionais em construção: em Juína, Tangará da Serra, Confresa e Alta Floresta. As obras em Juína começaram em maio deste ano e, nos demais, em junho, tendo prazo de 24 meses para conclusão.

Desta forma, a “reclamação” de Márcia evidencia a falta de conhecimento básico sobre cronograma de obras, uma vez que não haveria possibilidade de as unidades hospitalares ficarem prontas em menos de dois meses, assim como qualquer hospital de grande porte no país.

Em relação ao HMC, a candidata da federação também ‘mentiu’ ao afirmar que foi feito em dois anos. A ordem de serviço foi dada em julho de 2015, na gestão do então prefeito Mauro Mendes, que após batalhas jurídicas pela posse do terreno, entregou para seu sucessor a obra civil com 30% de conclusão.

Na gestão de Emanuel, foram necessários mais dois anos apenas para concluir a obra física, que foi inaugurada em dezembro de 2019.

Por Leia Agora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.