terça-feira, 27 julho, 2021
Início Notícias Destaques VÍDEO: Conheça a história do morador de Canarana que venceu rara doença...

VÍDEO: Conheça a história do morador de Canarana que venceu rara doença grave autoimune

CANARANA – Goiano de Quirinópolis, Nicolas de Macedo Medeiros desembarcou no ano de 2019 na cidade de Canarana-MT em busca de oportunidades. Hoje com 27 anos, não imaginava que aqui enfrentaria o maior desafio de sua vida, ao lutar contra uma rara doença grave autoimune (síndrome de Guillain-Barré), ficar mais de 40 dias em coma, permanecer mais de seis meses acamado e perder os movimentos de todo o corpo.

Em Canarana, Nicolas adentrou no Sindicato Rural como auxiliar administrativo, na mesma área de sua formação acadêmica. Ao passar mal, iniciou uma maratona para descobrir a causa. O primeiro diagnóstico é que ele sofria de labirintite. Depois, disseram que era depressão e ansiedade. Por último, falou que passaram a suspeitar que ele era usuário de cocaína e de heroína. Somente no dia 10 de julho de 2020 foi descoberto o que ele realmente tinha.

LEIA MAIS – CANARANA: Com o fígado do papai, a história da valente Maria Valentina

“Fui encaminhado nas últimas para Água Boa-MT e só então recebi o tratamento certo. Em Água Boa sofri três paradas respiratórias e fui encaminhado de UTI aérea para Goiânia-GO. Antes, fui induzido ao coma para ser entubado e fiquei 42 dias em coma, quatro meses na UTI, seis meses acamado, até ir conseguindo recuperar aos poucos os movimentos do corpo”, conta Medeiros.

A síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune grave em que o próprio sistema imunológico passa a atacar as células nervosas, levando à inflamação nos nervos e, consequentemente, fraqueza e paralisia muscular, podendo ser fatal. A síndrome tem progressão rápida e a maioria dos pacientes recebe alta após 4 semanas, no entanto o tempo de recuperação total pode demorar meses ou anos. A maioria dos pacientes se recupera e volta a andar após 6 meses a 1 ano de tratamento, mas existem alguns que tem maior dificuldade e que precisam de cerca de 3 anos para se recuperar.

Por ter iniciado o tratamento correto de forma tardia, os efeitos para Nicolas foram mais graves. Ao perder os movimentos, ficou traqueostomizado e se alimentava por sonda na barriga até fevereiro deste ano. Perdeu mais de 30 quilos, ficando com apenas 55. No último mês de maio retornou para Canarana e ao trabalho. Atualmente ele já recuperou o peso normal e está se recuperando. “Estou bem, consigo ir e vir, com limitações. Venci o Guillain-Barré, mas fiquei com fraqueza e sequelas de pé equino. Também, por ter ficado em coma, tive contraturas, calcificação nas articulações no quadril e no joelho direito. Hoje o que mais me atrapalha são as calcificações”, relata.

Medeiros acredita que a melhor forma de se proteger dessa doença é cuidar da saúde, de olho na alimentação, melhorando consequentemente a imunidade. Mas também faz um alerta aos profissionais da saúde, para que estejam atentos à essa doença, pois segundo ele, apesar de ser rara, já seria a terceira pessoa diagnosticada com síndrome de Guillain-Barré em Canarana. “Procure fazer especialização e encaminhe seus pacientes para um especialista. Não fique no achismo, diagnosticando a pessoa erroneamente ou achando que ela está drogada”, alerta.

Nicolas conta que várias pessoas auxiliaram a conseguir o tratamento. O fato de sua esposa ter plano de saúde empresarial fez muita diferença, bem como amigos e a diretoria do Sindicato Rural, que ajudaram a conseguir vaga para o tratamento médico especializado. Ele também diz que seu principal pilar é a família e acredita que Deus tem um propósito em sua vida. “Meus pilares são minha família, minha esposa, meus filhos e meus pais. Sempre fui muito resiliente, enfrentava as dificuldades com muita força de vontade, mas eu só não morri por Deus, é um milagre tudo o que passei e acredito que se tem um propósito para eu estar vivo, então talvez seja melhorar, ou ajudar alguém que passe por tudo isso”, finaliza.

Confira o vídeo de sua recuperação:

Por Rafael Govari para OPioneiro.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.