segunda-feira, 22 julho, 2024
17.2 C
Canarana
Início Notícias Destaques Em mais um confronto, suspeito de atacar Confresa foge do cerco da...

Em mais um confronto, suspeito de atacar Confresa foge do cerco da Polícia e abandona granada, colete e mais de 300 munições

Na tarde deste domingo (14), mais um confronto foi registrado entre as polícias envolvidas na Operação Canguçu e o grupo criminoso que atacou Confresa (MT). Um dos suspeitos fugiu para a mata e deixou vários vestígios e materiais que foram apreendidos pela Polícia.

O confronto aconteceu entre os municípios de Caseara e Marianópolis. No local, a polícia encontrou mais de 300 munições de fuzis e pistolas, além de 3 granadas, capacetes, coletes e canivete. A PM ainda encontrou um saco de estopa, com várias roupas.

Operação Canguçu completa 35 dias e policiais seguem as buscas pelos criminosos
Foto: Divulgação

Veja a lista dos materiais apreendidos pela Polícia

  • 309 munições de fuzil
  • 10 carregadores para fuzis
  • 15 munições de pistola
  • 5 placas balísticas
  • 3 granadas
  • 3 mini bolsas
  • 3 capacetes balísticos
  • 2 capas de coletes de exército
  • 1 canivete
  • 1 relógio de marca
  • 1 saco com roupas
Operação Canguçu

A Operação começou no dia 10 de abril, quando os suspeitos de aterrorizar Confresa (MT) para tentar roubar uma transportadora de valores, fugiram para o interior do Tocantins. Neste final de semana, foi registrado o 18º suspeito do grupo.

Neste sábado, policiais receberam denúncia de moradores sobre um homem que foi visto entrando em uma área de mata. Ele usava uma camiseta do Flamengo e carregava um saco. Ao averiguar a informação, as equipes foram recebidas com disparos de arma de fogo, disse a PM.

A Operação Canguçu também contabiliza cinco presos, dois foram encontrados no cerco policial na zona rural do Tocantins. Outros três suspeitos de ajudarem no planejamento logístico foram capturados em Redenção (PA) e em Araguaína (TO) pela Polícia Civil de Mato Grosso.

As equipes que fazem parte da Operação Canguçu percorrem uma área de 4,6 mil km, em quatro cidades. Um verdadeiro arsenal de guerra foi apreendido durante a operação. Entre as apreensões estão armamento de grosso calibre, inclusive fuzis furtados da PM de São Paulo, milhares de munições, coletes à prova de bala e outros materiais.

Por G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.