segunda-feira, 6 fevereiro, 2023
Início Notícias Destaques Governo de Mato Grosso implementará duas novas escolas militares no Araguaia em...

Governo de Mato Grosso implementará duas novas escolas militares no Araguaia em 2023

    QUERÊNCIA – A região do Médio Araguaia terá duas novas escolas militares Tiradentes em 2023. Em Canarana, no final do mês de outubro, mais de 800 pessoas votaram a favor da transformação da Paulo Freire. Já em Querência, mais de mil pessoas aprovaram a transformação da 19 de Dezembro em escola militar.

    Audiência Pública que aprovou a instalação das Escola Militar Tiradentes em Querência; Imagem – Reprodução.

    Com essas duas cidades, o Vale do Araguaia contará com sete unidades Tiradentes no ano que vem, sendo a região do Mato Grosso com mais escolas militares. Já estão em funcionamento unidades em Barra do Garças, Nova Xavantina, Água Boa, Confresa e Vila Rica, das quais se somarão Canarana e Querência, número que deve crescer em 2024, quando será implementada também a escola militar em Porto Alegre do Norte.

    LEIA MAIS – Com mais de 1000 votos a favor, Escola Militar será instalada em Querência

    LEIA MAIS – Seduc acredita que ampliação da futura Escola Militar de Canarana possa ser concluída em 2023

    Esse cenário é reflexo do anseio da população, que tem demonstrado forte interesse nas escolas Tiradentes. As audiências em Canarana e Querência, por exemplo, foram as maiores já realizadas em Mato Grosso sobre o tema, fazendo com que o Governo do Estado desse prioridade nesse pleito aqui para a região, em detrimento de cidades maiores como Primavera do Leste e Tangará da Serra, que ainda não possuem escola militar.

    Conforme manifestações do secretário de Educação do Estado – Alan Porto, quanto do governador Mauro Mendes, a política de ampliação das escolas militares Tiradentes deve continuar em Mato Grosso pelos próximos anos. Informações apuradas pela nossa reportagem indicam que todos os 141 municípios do Estado já enviaram ofícios demonstrando o interesse por unidades vinculadas à Polícia Militar.

    Basicamente o que muda em uma unidade Tiradentes é que o diretor e os coordenador são militares, provavelmente da reserva. Os professores e o conteúdo é o mesmo das escolas regulares. Os alunos precisam seguir determinadas regras, o que somado com a presença de militares, cria uma cultura de disciplina, o que resulta, automaticamente, numa melhor qualidade de ensino.

    Em Canarana, o processo está um pouco mais avançado, com o patrono da unidade já escolhido, também através de audiência realizada no dia 10 de novembro. O nome escolhido foi do Cabo PM Sebastião Ferreira Miranda, que trabalhou por muitos anos em Canarana, já estava aposentado e faleceu no início desse ano, vítima de complicações da Covid-19.

    Audiência Pública que escolheu o nome da Escola Militar Tiradentes de Canarana; Foto – OP.

    Em Canarana, a unidade que receberá a escola militar tem oito salas de aula e serão construídas mais 10 salas no ano que vem, com capacidade de ofertar em 2024, mais de 1100 vagas do 7º Ano do Fundamental até o Ensino Médio, tornando-se uma das maiores escolas Tiradentes de Mato Grosso. Já a unidade de Querência atenderá turmas a partir do 6º Ano em 13 salas de aula, com a expectativa de receber em torno de 800 alunos já em 2023.

    Por Rafael Govari para OPioneiro.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.