domingo, 2 outubro, 2022
Início Notícias Destaques Nome do pai:_______

Nome do pai:_______

Dia dos Pais é um dia que merece ser lembrado constantemente. Porque, afinal, dia dos pais são todos os dias. Além disso, precisa ser lembrado porque o Dia dos Pais, assim como o Dia das Mães, precisa ser considerado um dia político. Um dia para lembrarmos das milhares de crianças que não tem o nome do __ no seu registro. Crianças e adultos, que não tiveram a presença do ___ na sua vida. Um dia [após o outro], para lembrarmos dos P__ que não chegaram em casa a tempo de ver os olhos brilhantes dos filhos/filhas.

Psicóloga Bruna Sörensen.

O Dia dos Pais é um dia para lembrarmos também da importância de ressignificar a dor daquelas crianças que não foram enxergadas por seus P__ como precisavam, e hoje estão aprisionas em adultas e adultos, que sofrem com essas feridas abertas, pela falta de carinho e de proteção necessárias.

Um dia para lembrar das filhas e filhos, talvez hoje já adultas/os, mas que ainda sentem a falta do beijo de boa noite. Do abraço. Do olhar. Do cuidado. Filhas e filhos que ficam/ficaram acordados até não aguentar mais de sono, mas não viram o __ai chegar em casa tarde.

LEIA MAIS – Vítima ou agressor? O outro lado da violência nos relacionamentos íntimos

Por isso, todos os dias precisam ser dedicados a essa figura tão importante. E também aos filhos e filhas daqueles P__ que substituíram sua presença, carinho e atenção, por brinquedos, pois consideraram estarem ocupados demais para estarem com seus filhos. Um dia para abraçar aquelas crianças, tristes porque os P_ faltaram na apresentação da escola na homenagem de Dia dos Pais.

Enfim, um dia para lembrarmos que, assim como a maternidade passa por uma escolha responsável, a paternidade também precisa passar por uma escolha responsável. A cultura machista explica o quanto os homens são distanciados do afeto e do cuidado, desde a infância, a ponto de alguns e algumas de nós realmente considerarem desnecessários na vida dos filhos/filhas, e das esposas, e das famílias. A ponto de muitos pais se verem e serem vistos em um papel secundário, e a ponto de considerarmos normal e natural a paternidade ser lugar de tanta ausência.

E todo dia deve servir para lembrarmos da importância dos pais na vida. Lembrarmos de que mãe não é pai, porque pai é insubstituível. E que, se faz falta a palavra PAI no texto acima, imagine a falta que faz a presença do PAI na vida de uma criança.

Com respeito a todos os pais. E com admiração aos pais presentes!

Por Bruna Sörensen | Psicóloga de adultos, casais e famílias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.