sexta-feira, 3 dezembro, 2021
Início Notícias Destaques Até 2024, Município quer elevar educação de Canarana entre as melhores do...

Até 2024, Município quer elevar educação de Canarana entre as melhores do Mato Grosso

CANARANA – Enquanto praticamente todos os setores da sociedade funcionaram durante a pandemia, as escolas permaneceram fechadas em praticamente todo o Brasil, diferente de alguns países desenvolvidos, onde tudo ficou fechado e somente as escolas continuaram abertas. Isso denota que a educação nunca foi realmente prioridade por aqui.

Eduardo Ferreira – secretário Municipal de Educação de Canarana; Foto – OP.

No próximo dia 08 de fevereiro, os alunos da rede municipal de ensino de Canarana-MT, voltarão às aulas presenciais, mas frequentando a escola uma vez por semana, por enquanto. No restante do tempo, farão atividades remotas, no que é chamado de ensino híbrido. O plano de retorno às aulas em Canarana está sendo considerado referência em todo o Brasil.

LEIA MAIS – Aulas retornam no dia 08 de fevereiro em Canarana com alunos indo uma vez por semana à escola

Como na maioria das cidades brasileiras, Canarana tem muitos desafios para enfrentar visando um ensino de qualidade. Mas colocar a educação como prioridade, parece ser o principal objetivo do atual mandato do prefeito Fábio Faria. OPioneiro entrevistou o secretário Municipal de Educação (Semec), Eduardo Ferreira, para entender como a administração pretende elevar a educação do município entre as melhores do Estado.

Para Eduardo, não existe avanço na educação, sem qualificar os professores. Para isso, foram contratadas consultorias externas para capacitar os profissionais. “Eu consigo fazer com que a educação de Canarana seja referência no Mato Grosso e quiçá no Brasil sem formação? Não! Então é preciso investir em formação. Queremos um ser humano aprendente em qualquer tempo, que seja autônomo, que consiga ler e fazer intervenção da realidade. Eu preciso de um professor assim para formar um aluno assim, por isso investimos em formação para que o professor se torne alguém que ele quer que o outro seja”, explicou o secretário.

Além da capacitação, Ferreira disse que também foi percebido que não havia linearidade no conteúdo ministrado dentro do município. “A nossa rede não se via como uma rede, com cada um ensinando uma coisa. Criamos o Núcleo de Acompanhamento Pedagógico e o Núcleo de Atividades Remotas. Organizamos uma metodologia sistemática e a partir de então tivemos condições de monitorar, gerando indicadores para ver se havia avanços ou não. Hoje estamos mirando todos para o mesmo lugar”, destaca Eduardo.

Para o secretário, com as ações implementadas, como formação e linearidade no conteúdo, a educação do município já avançou 25% dentro dos planos que foram traçados. Entre outros investimentos necessários, ele destaca ainda a necessidade de melhorias na estrutura física das escolas e em melhorias salariais. A ideia é substituir a maior parte das escolas municipais existentes por prédios novos. “Até 2024, se conseguirmos implementar o que foi pensado, queremos atingir entre 50 e 60% das metas, o que colocará o município com um das melhores qualidades de ensino dentro do Mato Grosso”, finaliza.

Por OPioneiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.